Logon
Blog

Progesterona: entenda o que é e qual sua importância para a gravidez

Progesterona é um hormônio feminino produzido, principalmente, pelo ovário. Entenda a sua função na gravidez. 

A progesterona é um hormônio que desempenha importante papel na saúde feminina. Ele atua na regulação do ciclo menstrual e também prepara o útero tanto para receber como fixar o óvulo fertilizado na gravidez. Além disso, ele é imprescindível na produção do leite materno, alimento essencial para o crescimento saudável do bebê.

Por causa das diversas funções que exerce também na gestação, sua baixa pode ser prejudicial, dificultando a produção de leite materno ou mesmo a fertilização. Por isso, é preciso ficar bastante atenta aos níveis do hormônio no organismo.  

Neste blog, a Dra. Mariliz Lima, ginecologista e obstetra da Maternidade Brasília, explica o que é progesterona, quais são os motivos de queda da produção desse hormônio, qual a importância dela na gravidez e em quais casos é indicado tomar progesterona. Saiba mais na leitura completa. ​

O que é progesterona?

A progesterona é um hormônio que desempenha papel fundamental na vida da mulher. Ele é responsável pelo processo de gravidez, pela regulação do ciclo menstrual e por deixar pronto o útero para receber o óvulo fertilizado.

Quando começa o período de ovulação, os níveis de progesterona aumentam e continuam mais altos caso a mulher fique grávida. Isso acontece com o objetivo de manter o desenvolvimento das paredes do útero e para que não aconteça um aborto do feto. Quando não ocorre a gravidez, os ovários diminuem a produção de progesterona e o revestimento do útero é eliminado de forma natural na menstruação.

Quando há a diminuição dos níveis normais de progesterona, pode ocorrer dificuldade para engravidar ou outros quadros, como aborto ou mesmo gravidez ectópica, quando o embrião se desenvolve fora da cavidade do útero.  

As funções da progesterona são:

  • preparar o endométrio para que aconteça a implantação do óvulo;

  • garantir a permanência do feto no útero até o final da gravidez;

  • contribuir para a produção do leite materno;

  • estimular a libido;

  • ajudar a controlar o peso;

  • manter as taxas de açúcar no sangue;

  • melhorar o sono;

  • estimular a produção de colágeno;

  • fortalecer os ossos;

  • regular o humor.

A progesterona, normalmente, é produzida pelo corpo lúteo, glândula formada no ovário no período da ovulação. Ela também pode ser elaborada na placenta durante a gestação e também nas glândulas suprarrenais.

Qual é a importância da progesterona para a gravidez?

Esse é um hormônio fundamental que prepara o revestimento do útero durante a gestação, o chamado endométrio. Ali o embrião se desenvolve e fica durante toda a gravidez, portanto, a progesterona é essencial até o nascimento do bebê. Além disso, é responsável pelo estímulo à produção do leite materno. 

O que pode causar queda de progesterona?

Os principais motivos da baixa na progesterona são: ​

  • alterações da tireoide;

  • pré-menopausa ou menopausa;

  • síndrome do ovário policístico;

  • estresse;

  • obesidade.

Os níveis adequados desse hormônio variam de acordo com cada mulher e também da fase do ciclo menstrual.

Quem tem progesterona baixa pode engravidar?

Quando os níveis de progesterona estão baixos, pode, sim, haver dificuldade para a mulher engravidar. Isso acontece porque o endométrio não está preparado para a implantação do embrião. Outros riscos são a presença de gravidez ectópica, abortos de repetição ou nascimento prematuro do bebê.

Quais são os sintomas de progesterona baixa?

A identificação da progesterona baixa é feita apenas por meio de exames indicados por um médico, no entanto, é possível observar alguns sinais de queda desse hormônio:

  • irregularidade no ciclo menstrual;

  • menstruação longa e intensa;

  • dificuldade em engravidar;

  • sangramentos;

  • aumento do peso;

  • dores de cabeça frequentes;

  • insônia;

  • mudanças no humor;

  • perda da libido;

  • ressecamento vaginal.

No entanto, esses sintomas não indicam o diagnóstico de progesterona baixa, de modo que sempre será necessária a avaliação médica para a confirmação da condição.

Em quais casos é necessário tomar progesterona na gravidez?

De acordo com a Dra. Mariliz Lima, “é necessário usar progesterona na gravidez nos casos de fertilização in vitro, quando ocorrem sangramentos no início da gestação e em casos de trabalho de parto prematuro".

Maternidade Brasília

É importante ressaltar que o acompanhamento pré-natal criterioso e individualizado é fundamental para uma gestação segura. Por meio dele é que o médico pode orientar a conduta adequada para cada caso e planejar, de forma mais efetiva, o parto.

A Maternidade Brasília oferece, nos Consultórios Médicos Brasília, atendimento multidisciplinar para acompanhamento pré-natal que vai desde ginecologia e obstetrícia até medicina materno-fetal, com assistência detalhada do desenvolvimento do bebê durante a gestação.

Você pode agendar sua consulta com um de nossos especialistas, por meio da nossa Central de Agendamento Online ou ligando no número 4020-0057. 

Veja mais