Logon
Blog

Parto Natural ou Cesárea?

Um dos objetivos da Maternidade Brasília é buscar e implementar melhores práticas de parto.

​Um dos objetivos da Maternidade Brasília é buscar e implementar melhores práticas de parto e isso só é possível incentivando e conscientizando futuras mães, e toda a rede de atenção obstétrica, sobre os riscos da realização de cesáreas sem indicação clínica. Assim, pode-se oferecer às mulheres e aos bebês o cuidado certo ao longo da gestação, durante todo o trabalho de parto e, até mesmo, no pós-parto. Isso só é possível tendo uma estrutura e preparo da equipe multiprofissional, a medicina baseada em evidência e as condições socioculturais e afetivas da gestante e da família.

Participamos do Projeto Parto Adequado e diminuímos, entre as gestantes de baixo risco, o número de bebês internados na UTI Neonatal de 56% para 13%. Além disso, os partos vaginais em gestantes de baixo risco subiram de 18% para 33%.

Formas de parto

  • Parto normal: é aquele que a gestante expulsa naturalmente o bebê pelo canal vaginal com o auxílio de contrações uterinas, posicionamentos (exercícios), preparo psicológico e empuxos. Pode ou não haver o uso de analgesia de parto.

  • Parto cesariana: hoje é o mais comum entre as brasileiras e consiste na retirada do bebê por meio de uma incisão no baixo ventre e no útero, podendo ocorrer de duas formas:

Eletivamente: Cesariana que será agendada, portanto, sem que a paciente entre em trabalho de parto. Deve ser programada de acordo com o quadro clínico e seguimento de pré-natal, sendo que o ideal, para gestantes de baixo risco, é ser realizada com ou mais de 39 semanas, para se ter uma boa possibilidade de maturidade pulmonar fetal.

Em trabalho de parto: O que garante a certeza da maturidade pulmonar, porém se perde a previsibilidade do momento do parto.

*Com trechos retirados da Websérie Maternidade​

Veja mais