Logon
Blog

Papanicolau: para que serve, como e quando fazer

O papanicolau é o exame que pode detectar câncer de colo de útero e outras doenças. Por isso é fundamental que seja realizado periodicamente. Saiba mais.

​O exame ginecológico chamado Papanicolau é fundamental para manter a saúde das mulheres em dia. Ele deve ser realizado a partir dos 25 anos por aquelas que têm vida sexual ativa. O objetivo do exame é verificar se há alterações no colo do útero. Segundo o Instituto Nacional de Câncer (Inca), esse exame é essencial para prevenir o câncer do colo do útero, detectando precocemente as lesões precursoras dessa condição.

Neste blog, entenda o que é o teste, quais as doenças que ele pode detectar, quem deve fazer o exame e como se preparar. Quem explica o assunto é o Dr. Marcus Vinícius Barbosa de Paula, ginecologista e obstetra da Maternidade Brasília.

O que é o teste Papanicolau?

O teste Papanicolau, também chamado colpocitologia oncótica cervical ou esfregaço cervicovaginal, é um exame citológico de rotina criado para detectar mudanças nas células do colo do útero. O objetivo principal dele é descobrir e diagnosticar doenças de forma precoce, antes mesmo de surgirem sintomas, o que faz com que as chances de tratamento sejam ainda maiores.

O exame é simples, rápido e indolor. Em alguns casos, no máximo, a mulher poderá ter um pequeno desconforto. As gestantes também podem realizar o exame sem nenhum risco para a saúde dela ou a do bebê.

Quais doenças o exame detecta?

O exame, além de ser capaz de identificar lesões do colo do útero, que têm o risco de evoluir para um câncer cervical, pode diagnosticar outras doenças, entre elas:​

  • HPV;

  • Clamídia;

  • Gonorreia;

  • Candidíase;

  • Tricomoníase.

Como é feito o exame?

Primeiro, a paciente é acomodada em posição ginecológica, ou seja, com as duas pernas separadas amparadas por um suporte. Em seguida, são realizadas as seguintes ações:

  • para que seja coletado o material para análise, é introduzido um espéculo na vagina. Esse instrumento tem o formato que lembra o bico de um pato;

  • em seguida, o médico analisa visualmente o interior da vagina e do colo do útero;

  • depois, com uma escovinha ou espátula, ele faz uma pequena escamação da superfície externa e interna do colo do útero;

  • as células recolhidas são colocadas em uma lâmina para análise laboratorial ou em um meio líquido para o laboratório confeccionar a lâmina.

Quem deve fazer o Papanicolau?

O teste Papanicolau é um exame preventivo que deve ser feito periodicamente por todas as mulheres que tenham vida sexual ativa ou já tenham tido uma relação sexual, sobretudo aquelas  entre 25 e 59 anos.

Normalmente ele deve ser feito uma vez ao ano. Depois de dois anos seguidos com o resultado normal, o preventivo pode ser feito a cada três anos; no entanto, isso dependerá da avaliação e da indicação médica conforme cada caso.

Como explica o Dr. Marcus Vinícius Barbosa de Paula, “além disso, existe um teste molecular capaz de detectar o vírus do HPV, que permite uma avaliação mais ampla, também chamado coteste, então, a sensibilidade para as lesões precursoras é bem maior".

Existe alguma contraindicação?

Esse exame é indicado somente para mulheres que tenham começado a vida sexual e não há contraindicações. Há apenas alguns cuidados especiais para as gestantes, por exemplo: para elas, é indicado que se faça o teste até o quarto mês de gestação, para que não haja riscos nem ao útero nem ao bebê. Além disso, depois do parto, será preciso esperar entre seis e oito semanas para a realização da coleta.

Como me preparar para o exame?

Com o objetivo de ter um resultado ainda melhor, são indicados alguns cuidados antes da realização do exame, entre eles: ​

  • não ter relação sexual 72 horas antes do teste;

  • não usar lubrificantes vaginais ou cremes;

  • não fazer uso de duchas na higiene íntima;

  • não estar menstruada.

Onde posso realizar o exame?

Você pode fazer seu exame no Consultório Médico Brasília. Para agendar sua consulta com um de nossos especialistas, basta ligar para (61) 4020-0057.​

Veja mais