Logon
Blog

Mito ou verdade: o calor pode aumentar o inchaço?

Especialista esclarece as principais dúvidas

​​As altas temperaturas do verão dividem muitas opiniões. Para uns, o calor e os dias ensolarados trazem alegria, motivação e lazer. Para outros, um cenário desagradável, especialmente devido à sensação de inchaço no corpo. Apesar de parecer evidente, é comum que haja dúvidas sobre o papel do verão para este desconforto. A dra. Soraya Amorim, endocrinologista da Maternidade Brasília, esclarece dúvidas sobre o tema.

É verdade que o calor pode provocar inchaços no corpo?
Dra. Soraya: Sim, é verdade. Para a física, por exemplo, a elevação da temperatura está associada à dilatação da matéria. Na medicina, isto não é muito diferente. É comum que as pessoas percebam que os anéis, sapatos e roupas parecem mais “apertados” durante a estação – o que pode provocar certas dores.

Por que isso acontece?
Dra. Soraya: O inchaço acontece justamente por causa da dilatação dos vasos sanguíneos provocados pelo calor, que acomete principalmente as mãos, os pés e as pernas. Dessa forma, devido à esta dilatação, os líquidos da periferia do corpo podem se acumular por conta de uma drenagem mais difícil pela circulação do sangue, levando aos inchaços indesejados.

Os desconfortos acontecem apenas devido ao calor?
Dra. Soraya: Não exatamente. Existem alguns fatores que podem influenciar no aparecimento das dores e dos desconfortos. Dietas ricas em sódio e açúcar, por exemplo, provocam acúmulo de líquido no corpo – o que também causa inchaços. Esses tipos de dilatação, temporários, são denominados inchaços sazonais. No entanto, existem muitas doenças que podem se apresentar com inchaços e dor, como problemas renais, tromboses e doenças cardíacas. Por isso consultar um médico é sempre fundamental.

Existe alguma maneira de se prevenir contra os inchaços?
Dra. Soraya: As dicas estão relacionadas ao estilo de vida – principalmente à alimentação, praticar exercícios físicos regularmente, beber muita água, evitar o consumo de açúcar e sódio em excesso, industrializados e apostar em chás naturalmente diuréticos, como hortelã.


Veja mais