Logon
Blog

Gravidez gemelar: tudo o que você precisa saber sobre a gestação de gêmeos

A gravidez gemelar requer acompanhamento pré-natal ainda mais rigoroso

​​​

​A gravidez gemelar, ou múltipla, acontece quando mais de um bebê é gerado simultaneamente. Muitos são os fatores que aumentam a possibilidade desse tipo de gestação: histórico de gêmeos na família, gestação após os 35 anos, fertilização in vitro e gestações gemelares prévias.  

Além dos cuidados necessários de toda gestação, como alimentação balanceada, consultas de pré-natal regulares e a prática de atividades físicas, a gravidez gemelar demanda um acompanhamento pré-natal mais rigoroso, incluindo exames mais frequentes tanto da mãe quanto dos bebês. 

Neste blog, você terá informação sobre os tipos de gravidez gemelar e os cuidados necessários durante o pré-natal. As dras. Emilie Zingler, Juliana Costa Rezende e Nara Vieira, obstetras da Maternidade Brasília, falam sobre o assunto. Confira!  

 O que é gravidez gemelar? 

A gravidez gemelar acontece quando o ovário libera mais de um óvulo e cada um deles é fecundado por um espermatozoide (gêmeos não idênticos ou bivitelinos) ou então quando apenas um óvulo é fecundado por um espermatozoide e se divide, originando dois embriões (gêmeos idênticos ou univitelinos). 

De acordo com a Dra. Emilie Zingler, “em razão de mudanças hormonais que ocasionam a liberação de mais de um óvulo por mês, a chance de ocorrer gravidez gemelar é maior em mulheres com mais de 35 anos. Além disso, a probabilidade de gestar gêmeos aumenta também quando são usadas técnicas de reprodução assistida (indução da ovulação, inseminação artificial, fertilização in vitro)”. 

 Tipos de gestação gemelar 

 Conforme explica a Dra. Nara Vieira, “a gravidez gemelar acontece de duas formas: a mais comum é quando mais de um óvulo é liberado no ciclo e cada um deles é fecundado por um espermatozoide. Assim, são gerados os gêmeos não idênticos ou bivitelinos, que podem ser de sexo diferente”. A outra forma de ocorrer a gravidez gemelar é quando um óvulo fecundado se divide e origina dois ou mais embriões. Eles possuem a mesma carga genética, sexo e características físicas. Apesar de, muitas vezes, acharmos que os irmãos gêmeos são sempre iguais, cada gestação gemelar tem suas especificidades. Veja. 

  • Dicoriônica e diamniótica: nesse caso, são duas placentas e duas bolsas amnióticas. A chance de os bebês serem idênticos é em torno de 10%. Essa é a gravidez gemelar mais comum. 

  • Monocoriônica e diamniótica: aqui, os bebês dividem a mesma placenta, porém, têm bolsas amnióticas separadas. Os bebês são sempre idênticos.

  • Monocoriônica e monoamniótica: é quando os bebês dividem a mesma placenta e a mesma bolsa amniótica. Os bebês também são sempre idênticos. Essa é a gravidez gemelar menos comum.  

Gravidez de gêmeos: sintomas  

Os indícios da gravidez são bastante comuns e costumam ser mais intensos na gestação gemelar: enjoos, vômitos, sensibilidade nos seios, cansaço, sono, dor pélvica. Os sinais e sua intensidade variam de gestante para gestante. 

 Como é o pré-natal da gravidez gemelar?  

A Dra. Juliana Costa Rezende explica que “a gestação de gêmeos é uma condição que requer atenção e cuidados redobrados. Sabe-se, por exemplo, que o risco de os bebês nascerem prematuros é maior. Por isso, o pré-natal, que já é fundamental na gestação de um só bebê, tem uma importância ainda maior. São necessários consultas e exames mais frequentes para acompanhar a saúde da mãe e dos bebês”.  

Durante esse período, a gestante terá orientação sobre alimentação adequada, prevenção e cuidados com a saúde em geral, a forma correta de praticar exercícios físicos e todos os aspectos práticos de uma rotina de gestante. Serão realizados, também, ultrassonografias em intervalos menores (preferencialmente por médicos especialistas), bem como outros exames com o intuito de avaliar o crescimento e desenvolvimento dos fetos. 

 Saiba mais sobre pré-eclâmpsia 

Como é o parto gemelar? 

O tipo de parto a ser indicado para o nascimento de gêmeos dependerá da avaliação médica, considerando muitos fatores. Entre eles, a posição dos bebês, a idade gestacional e como a gravidez está evoluindo. No entanto, há chance maior de indicação de cesariana, uma vez que pode haver riscos relacionados com o parto normal. Portanto, essa avaliação será feita caso a caso pelo médico obstetra.  

Entenda mais a analgesia de parto e anestesia para cesariana. 

 Infraestrutura da Maternidade Brasília ​ 

​​A Maternidade Brasília oferece cuidados completos para a gestante e o bebê. Somos um centro de referência em obstetrícia, medicina materno-fetal e pediatria, com corpo clínico especializado. O centro obstétrico possui salas cirúrgicas e de parto natural, com supervisão médica 24 horas por dia. Temos também uma UTI neonatal moderna e bem equipada, com leitos monitorados por uma equipe de intensivistas neonatais, cirurgiões pediátricos, cardiologistas, neurologistas, fisioterapeutas, fonoaudiólogos, enfermeiros, técnicos de enfermagem, terapeutas ocupacionais, nutrólogos, nutricionistas e psicólogos.   

Dispomos de UTI materna para o tratamento da paciente, quando necessário, e acolhimento da família. Além do corpo clínico, o atendimento também é realizado por uma equipe multidisciplinar. Na UTI materna, o bebê pode ficar com a mãe, e o acompanhante tem acesso a eles 24 horas por dia.   

Mas como saber quais desses cuidados a gestante e o bebê vão precisar ao longo da gestação e após o parto? O atendimento em Medicina Materno-fetal, especialidade que auxilia no acompanhamento do desenvolvimento do bebê e da saúde da mamãe durante a gestação, permite aos obstetras uma condução ​mais segura e assertiva de cada caso, bem como o planejamento personalizado do parto e dos cuidados que deverão ser oferecidos ao bebê após o nascimento. Por meio de exames clínicos, diagnóstico por imagem e investigações laboratoriais,  os profissionais podem obter informações sobre a saúde da mamãe, identificar possíveis malformações ou síndromes genéticas e assim orientar da melhor maneira a conduta do obstetra.     

Você agendar seu atendimento  no setor de Medicina Materno-fetal, disponível nos Consultórios Médicos Brasília, através do ​​agendamento online​, pela Central de Marcação ​(61) 3315-1000 ou via Whatsapp. 



Veja mais