Logon
Blog

Exame preventivo: saiba o que é e quando deve ser feito

Manter os exames e as consultas em dia é garantir ainda mais saúde ao longo da vida

Em todas as fases, é fundamental que a mulher mantenha em dia seus exames e consultas com um ginecologista. Isso porque, assim, é possível acompanhar as mudanças no corpo e receber orientações de saúde.

O médico solicita os exames preventivos considerando cada faixa etária, com o objetivo de avaliar e rastrear precocemente possíveis doenças, antes mesmo que surjam sintomas, pois o diagnóstico precoce contribui para melhor eficácia no tratamento.

Entenda o que são os exames preventivos, quais são os mais solicitados e quais doenças podem detectar. Quem explica o assunto é o Dr. Marcus Vinícius Barbosa de Paula, ginecologista e obstetra da Maternidade Brasília. Saiba mais!

O que é o exame preventivo?

Por meio dos exames ginecológicos, os médicos conseguem acompanhar muito bem a saúde da mulher ao longo da vida. Por esse motivo, é tão importante manter a visita ao especialista ao menos uma vez por ano, para a realização de check-up com exames preventivos. Assim, é possível avaliar se há algum problema de saúde e detectá-lo na fase inicial.

Já na adolescência, as consultas com o ginecologista podem começar antes mesmo da primeira menstruação. Antes da primeira relação sexual, são examinados abdome, seios e a parte externa da região genital. Após acontecer a primeira relação sexual, podem ser solicitados exames preventivos como o de toque e o Papanicolau, com o objetivo de avaliar a saúde de todos os órgãos da região pélvica da mulher. Assim, é possível observar, por exemplo, se há corrimento, sangramentos fora do período menstrual e dor pélvica.

Algumas doenças não apresentam sinais no começo, por isso esses exames de rotina femininos são tão importantes.

​Quais são os principais exames preventivos femininos?

Os principais exames preventivos femininos são:

  • Papanicolau – para a detecção de alterações nas células do colo do útero;

  • Toque vaginal – realizado durante a consulta, tem o objetivo de analisar se há alguma irregularidade na vagina ou no útero;

  • Colposcopia – usado como complemento para avaliar alguma alteração no resultado do preventivo;

  • Ultrassonografia pélvica – também conhecido como ultrassom transvaginal, pode avaliar, de forma mais precisa, os ovários e o útero;

  • Exame de sangue – entre os mais solicitados estão o hemograma completo, o de rastreamento de infecções e os que investigam os hormônios;

  • Exame de mama – por meio do exame de toque nas mamas, é possível detectar alteração ou nódulos, além da ultrassonografia mamária e mamografia.

Quais doenças podem ser detectadas nos exames preventivos?

As principais patologias que podem ser identificadas por meio dos exames preventivos são:

  • Câncer do colo do útero;

  • Verrugas;

  • Infecções por fungos;

  • Herpes genital;

  • HPV;

  • Outras infecções sexualmente transmissíveis (IST);

  • Doenças do útero ou dos ovários;

  • Sangramento uterino anormal;

  • Doenças infecciosas uterinas;

  • Doenças mamárias.

Leia também sobre os temas outubro rosa e endometriose.

​Quem deve fazer os exames ginecológicos preventivos?

Conforme explica o Dr. Marcus de Paula, “antes mesmo da primeira menstruação, para esclarecimento do ciclo menstrual, vida sexual e tirar dúvidas sobre o corpo feminino, a paciente pode passar em consulta. Mas depois da primeira menstruação, a menina já deve ir às consultas com o ginecologista. Depois da primeira relação sexual, começa a realizar outros exames, como o Papanicolau, por exemplo. E durante toda a vida adulta, mesmo na menopausa, deve seguir com exames de acordo com cada fase da vida e suas particularidades”.

Na adolescência, os exames solicitados são os de sangue, ultrassom pélvica e das mamas, antes do início da atividade sexual. Já na fase adulta, são indicados o Papanicolau, o ultrassom transvaginal e de mamas, exame de sangue, mamografia, em alguns casos, e colposcopia. Na menopausa, são mantidos os exames da fase adulta e podem ser incluídos ultrassom de tireoide, densitometria óssea e exames cardiológicos.

Saiba mais sobre exames de rotina.

​Exame preventivo de câncer de mama: quando fazer?

A mamografia é um exame fundamental para detectar o câncer de mama de maneira precoce. As mulheres com mais de 40 anos devem fazer o exame uma vez por ano. Quando houver casos de câncer de mama da família, os exames devem começar mais precocemente, em torno de dez anos antes da idade em que o câncer foi descoberto na família.

Maternidade Brasília

A Maternidade Brasília dispõe de alta tecnologia de equipes especializadas para tratar todos os quadros que acometem a saúde do corpo da mulher. Mas a grande parte dos tratamentos começa com as consultas de rotina ao ginecologista, a fim de detectar precocemente alguma alteração na saúde do aparelho reprodutivo da mulher. Para isso, contamos com os profissionais dos Consultórios Médicos Brasília. Você pode agendar sua consulta com um de nossos especialistas, através do ​​agendamento online​, pela Central de Marcação ​(61) 3315-1000 ou via Whatsapp. 



Veja mais