Logon
Blog

Diástase: entenda o que é, quais são as causas e como preveni-la durante a gravidez

Quadro é ocasionado pelo aumento da pressão abdominal durante a gestação, mas pode ser tratado e evitado


Durante a gestação, o corpo da mulher precisa se readaptar para permitir o crescimento do bebê. Porém, em alguns casos, essa adaptação traz consequências à saúde da mulher mesmo após o parto. É o caso da diástase. Essa condição pode acontecer durante a gravidez porque os músculos do abdome se afastam para caber o bebê, e esse quadro pode permanecer até que o útero volte ao tamanho original, alguns meses depois do parto.

Para explicar o que é diástase, suas causas e como prevenir a condição, conversamos com a Dra. Camila Lueneberg, ginecologista e obstetra da Maternidade Brasília. Confira o conteúdo do texto abaixo.

O que é diástase?

A diástase abdominal é caracterizada pelo afastamento dos músculos abdominais e do tecido conjuntivo. Ela é provocada pelo enfraquecimento do músculo do abdome e causa uma saliência acima ou abaixo do umbigo. Um dos sintomas mais característicos da condição é a flacidez na barriga.

A diástase normalmente ocorre durante ou depois da gravidez, provocando dor lombar após o parto e flacidez abdominal, e também pode aparecer em bebês ou como consequência da obesidade, por exemplo.

Leia mais sobre desenvolvimento intrauterino.

Causas da diástase

Os principais fatores que podem favorecer o surgimento da diástase abdominal são:

  • Gravidez depois dos 35 anos;

  • Gestação de gêmeos;

  • Curto espaço de tempo entre uma gestação e outra;

  • Muitas cirurgias no abdome.

Como prevenir a diástase na gravidez?

De acordo com a Dra. Camila Lueneberg, “controlar o peso na gestação e fazer exercícios físicos ajuda bastante na prevenção, mas não impede de surgir o quadro”.

Como saber se tenho diástase?

Para a confirmação desse quadro de saúde, é indicada a avaliação de um médico ginecologista e/ou obstetra.

As principais indicações de tratamento são:

  • Fisioterapia – o médico poderá indicar o acompanhamento de um fisioterapeuta, que ensinará exercícios de fortalecimento muscular abdominal, lombar e pélvico e também alongamento. O quadro de atividades será preparado de forma individualizada, de acordo com cada caso.

  • Exercícios físicos – indicados para diminuir o espaço de afastamento entre os músculos e fortalecê-los. Essas atividades devem ser orientadas por um fisioterapeuta e/ou preparador físico.

  • Cirurgia – ela pode ser indicada em algumas situações, por exemplo, para afastar o músculo reto abdominal quando este for maior que 5cm, em casos de a fisioterapia e os exercícios físicos não surtirem efeito, ao surgirem sintomas como incontinência urinária de esforço ou dor lombar e com finalidade estética.

Saiba como se preparar para engravidar.

Quando procurar o médico e qual especialista procurar?

A Dra. Camila Lueneberg explica que “se a paciente notar um afastamento da musculatura, tiver dor na região abdominal, principalmente se a dor estiver relacionada com esforço, ela deve procurar o ginecologista/obstetra. Caso seja necessário, ele fará o encaminhamento para o cirurgião geral ou cirurgião plástico. O cirurgião plástico também faz cirurgias corretivas, não apenas estéticas”.

Maternidade Brasília

O atendimento especializado em obstetricia é um dos cuidados oferecidos pela Maternidade Brasília. Nosso ambulatório, os Consultórios Médicos Brasília, fica a poucos metros da maternidade e oferece assistência em diversas especialidades médicas exclusivas para mulheres e crianças. Você pode agendar sua consulta com um de nossos especialistas, através do ​​ agendamento online​, pela Central de Marcação ​(61) 3315-1000 ou via Whatsapp. 

Veja mais