Logon
Blog

Deficiência de Ferro: sintomas, prevenção e tratamento

A deficiência de ferro pode ocorrer pelo baixo consumo ou problemas na absorção do nutriente, podendo causar anemia.

​​​​​​​​​​A deficiência de ferro pode ocorrer pelo baixo consumo ou problemas na absorção do nutriente, podendo causar anemia. Saiba como prevenir e tratar o problema. 


Qual a função do ferro no organismo?

A principal função do ferro no nosso organismo é a produção da hemoglobina, uma enzima que forma nossas células vermelhas e que é responsável pelo transporte de oxigênio dos pulmões para os nossos órgãos e tecidos. 


Deficiência de ferro: possíveis causas

Em geral, a deficiência de ferro se dá por perdas (principalmente através de sangramentos) ou por problemas na absorção do ferro no trato gastrointestinal.  

Antigamente, a dieta pobre em ferro era uma causa importante. Hoje, como muitos alimentos são enriquecidos com ferro (por exemplo, a farinha de trigo), essa causa não é mais tão comum. 


Dicas para prevenir a deficiência de ferro  

Como evitar sangramentos e acidentes é uma tarefa mais complicada, o que podemos fazer é manter uma alimentação saudável e balanceada, com boa ingesta de carnes, ovos, feijão e vegetais verde escuros como agrião, cheiro verde, couve, salsinha e espinafre. 


Sintomas da deficiência de ferro 

A deficiência de ferro em si causa poucos sintomas. Mas podem estar presentes: 

  • Algum grau de fadiga; 

  • Cansaço; 

  • Queda de cabelos; 

  • Vontade de comer gelo ou coisas estranhas como papel, terra ou macarrão cru  

 Já a anemia por deficiência de ferro pode ser tanto assintomática quanto ter diversos sintomas como: 

  • Intolerância ao exercício; 

  • Falta de ar; 

  • Cansaço; 

  • Sonolência; 

  • Dor nas pernas; 

  • Dor de cabeça; 

  • Palpitações; 

  • Tontura; 

  • Desmaios e 

  • Arritmia cardíaca 


Diagnóstico da deficiência de ferro 

O diagnóstico da deficiência de ferro é feito através de uma boa anamnese, exame físico e exames laboratoriais como hemograma, ferritina e saturação de transferrina.  

Essa avaliação pode ser feita por qualquer médico, porém, os que mais diagnosticam são os clínicos gerais, ginecologistas, endocrinologistas, geriatras e, principalmente, os hematologistas. 


 

Deficiência de ferro na gravidez 

As causas podem ser múltiplas, mas a própria gestação leva a uma necessidade muito maior de ferro para o organismo da gestante. Isso porque, nesse período, ela precisa produzir mais células vermelhas para aumentar o volume sanguíneo. Assim, o feto pode se desenvolver apropriadamente e o corpo se prepara para o momento do parto. 

Os sintomas de deficiência de ferro são os mesmos que se apresentam em pacientes não gestantes e o diagnóstico geralmente é feito pelo médico obstetra durante o período do pré-natal.
Esse acompanhamento com o obstetra é fundamental para que a gestante faça os exames necessários e adote uma alimentação que previna a deficiência de ferro e uma eventual anemia na gravidez. O trabalho em conjunto do obstetra com uma nutricionista seria o ideal para orientar a gestante sobre a alimentação durante a gravidez. 

 

Formas de tratamento 

Dependendo do grau e da causa da deficiência de ferro, pode ser feita reposição por via oral (comprimidos) ou via endovenosa. Não deve ser feita reposição por via intramuscular ou subcutânea.

É muito importante que o médico identifique e trate a causa da deficiência de ferro, e não apenas realize a sua reposição. ​



Veja mais